25 de fevereiro de 2008

Epahhh... fugindo completamente do assunto!

Fui visitar o blog do Fernando Alvim (sim, esse em quem estão a pensar). E encontrei lá o post com o título mais brilhante que alguma vez li (título, entenda-se, porque o post apenas uma fotografia!): "Para mim, o Amor é como a caligrafia dos médicos. Não entendo Nada". Genial!

10 estrelinhas:

SunGod disse...

e há alguma coisa que o sr. Fernando Alvim entenda??? não pode ser possível, tão alienado que ele é!

o tema em questão é até dos mais simples possíveis de se entender, não fossem as pessoas fazerem do simples um bicho de sete cabeças e tentarem complicar o que é simples. Os resultados... xiii há tantos que nem sei por onde começar...

mtheman disse...

vão atrasados mas o sentimento é o mesmo: muitos parabéns!!! beijoka grande

Sadeek disse...

É Alvim....e chega!!!

:P

Manuel disse...

De facto, acho q por muitas voltas que uma pessoa dê no amor, acaba por não entender nada!
Tu entendes disso, Cristina?:P

beijo

Dreamer disse...

Fazs anihos hoje??Então parabéns!!!Um quarto de século é um marco!!Beijocas e bom dia, e boa semana!

Cristina disse...

Sungod... lá alienado é ele, mas no blog, nota-se uma lucidez espantosa. Passa por lá ;)

Mtheman... 'brigadão! :)

Sadeek... como já disse ao Sungod: passa lá pelo blog dele. Muito bom! Tem-lo na tua lista de "pessoal com pedigree"?! :)

Manuel... acho que ninguém entende. Pode esforçar-se na tentativa, mas entender realmente... dificilmente! :)

Dreamer... fiz no sábado! Um quarto de século é imenso :)

Beijõeeeeees

Sadeek disse...

Claroooooo......O Alvim é o meu idolo, pá! Como poderia não o ter na minha lista?!

;)

Daniela disse...

Assino por baixo...
Sem tirar nem por!

Cristina disse...

Sadeek... o Alvim é grande :D

Dani... nem é preciso acrescentar mais nada! :)

Beijooooo

SunGod disse...

abstenho-me então a mais comentários.
Nunca foi dito que o homem não é esperto, é, aliás, uma das pessoas que tenho em boa conta (ainda ontem tive esta conversa com a minha irmã :P) mas daí a ser "grande" vai uma distância... :P
Sobre o assunto em questão então, é uma opinião pessoal e, como tal, aplica-se a máxima do outro "cada qual tem a sua". No entanto, e referindo o tema citado volto a reiterar que a compreensão ou falta dela sobre a temática tem mais a ver com a vontade de cada um. Eu, felizmente e à minha maneira, compreendo, de forma lata, o amor. Daí a ser género letra de médico... mas volto a afirmar, o problema de algumas pessoas é complicarem o que é simples e colocarem, se calhar, demasiado sentimento a deturpar a razão. E o Homem é um ser racional...

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger