28 de maio de 2009

Surreal!!

«Cardeal espanhol relativizou abusos sexuais praticados em instituições religiosas irlandesas.

Segundo o diário espanhol El Pais,  o Cardeal  António Cañizares, em declarações à TV3, o canal de televisão da Catalunha, canal comparou os episódios de abusos sexuais nas escolas católicas da Irlanda com o aborto. Para o cardeal os abusos são menos graves que os aborto. Em entrevista à TV3, o cardeal pediu perdão pelos abusos sexuais a menores praticados entre os anos 50 e 80 nas escolas católicas irlandesas. Em contraponto, afirmou que esses crimes são menos grave as “milhões de vidas destruídas” pela prática do aborto.
Para argumentar o cardeal explicou  que o aborto “destruiu legalmente mais de 40 milhões de vidas humanas, quando a legislação deveria dar apoio aos direitos e à justiça.” E vai ainda mais longe quando afirma que a reforma da lei do aborto debilita os fundamentos da sociedade, porque “o primeiro direito é o direito à vida”.
O governo espanhol, pela voz da ministra da Saúde e Política Social, Trinidad Jiménez, já respondeu às declarações do cardeal, ao classificá-las de “muito graves”. A ministra acrescenta que  são afirmações “irresponsáveis e inoportunas”  e que não são comparáveis os casos dos abusos sexuais de menores com o aborto.»

E estas foram, talvez, as declarações mais absurdas que ouvi nos últimos tempos. É ridículo como um representante da Igreja Católica vem a público dizer uma barbaridade destas: que o abuso sexual é menos grave que um aborto. Em que mundo é que vivemos, afinal?! Fiquei na dúvida se o senhor cardeal Cañizares é só parvo ou se foi infeliz na escolha de palavras. 

7 estrelinhas:

NI disse...

Cristina, o meu primeiro pensamento foi de que esse energúmeno merecia ser abusado sexualmente por 10 indivíduos ao mesmo tempo. Mas, depois veio-me a ideia que ele era capaz de gostar...

Como é possível um responsável da Igreja proferir afirmações desta natureza?

É como aquele outro responsável que, a propósito de uma criança de 11 anos que foi violada e que ficou grávida, afirmou que a excomungava se ela abortasse porque se ficou grávida era a vontade de Deus e tinha que carregar essa cruz.

São estas bestialidades proferidas que descredibilizam a igreja se bem que para mim não é surpresa nenhuma porque deixei de acreditar quando tinha 14 anos.

Beijo

sessaoexperimental disse...

sem comentarios....o que vale é que acredito que a Igreja tem os dias contados....

bjinho ;)

Metade de Meio Litro disse...

Sobre este assunto só recomendo o visionamento deste vídeo;

http://www.youtube.com/watch?v=VABSoHYQr6k&eurl=http%3A%2F%2Fcorpodormente%2Eblogspot%2Ecom%2Fsearch%3Fupdated%2Dmax%3D2009%2D01%2D28T19%253A56%253A00Z%26max%2Dresults%3D20&feature=player_embedded

Pode ferir algumas susceptibilidades!

sítio dos cães disse...

era enfiar-lhe um pinheiro, com pinhas e tudo, pelo c*** acima e ver a opinião dele mudar. até vinha defender o aborto, o atrasado mental!

paulo disse...

Bom dia cris.

São palavras de uma pessoa demente, imbecil, insensata e não de um representante de “Pedro”.

beijinhos

Miguel F. Carvalho disse...

eu voto que é um imbecil...

SunGod disse...

e ainda se admiram? meus meninos, é um representante da "ideal" igreja católica, como este há muitos e não é preciso ir a Espanha para os encontrar, cá também os há, e muitos e acredito que bem piores, ou seja, de mentalidade mais retrógrada que os meus avôs e restantes habitantes lusos na época salazarista...

Mas, palavras para quê, quando a igreja católica é aquela que apregoa o voto de pobreza e de ajuda ao próximo quando, apenas numa cidade a que, muito "humildemente" chamam estado independente, existe riqueza suficiente para matar a fome em África, quando uma só veste do papa seria suficiente para retirar da miséria famílias inteiras durante um ano... um recado a esses "senhores"...tenham dó, olhem para vós próprios e para o mundo que vos rodeia e mentalizem-se que já não estamos na época medieval onde tudo aquilo que o clero dizia era tido como lei, superior até ao próprio rei... e já para não falar nas cruzadas... enfim... religião...aquilo que já matou mais inocentes que o holocausto e qualquer outro acto terrorista juntos ao longo da história...depois admirem-se que multidões andem a perder a "fé"...

tenho dito :P

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger