11 de maio de 2009

Pensamento do dia II: "Não há mal que sempre dure"

Pelo menos é o que gosto de pensar. A minha vida profissional tem andado ao relantim (é assim que se escreve?)... e isto enerva-me.

Posso dar-me por satisfeita de ter um emprego, nos tempos que correm em que a palavra que mais se ouve é 'desemprego'. Posso dar-me por satisfeita de ser um emprego pelo qual ambicionava desde os 18 anos. Posso dar-me por satisfeita de me proporcionar puder sonhar um pouco mais.

Mas... há atrasos e complicações que têm vindo a atrasar (peço desculpa pela repetição) todo um processo. Não é fácil acordar todos os dias e ter de contar as miudezas que tenho na carteira, porque houve atrasos no departamento financeiro. Não é fácil ouvir dizer "ah... o doutor fulano tem estado fora e só assina os despachos em Junho".

Até lá, tenho de aguentar. Engolir mais uns sapitos (sem chantilli, Abobrinha), levantar a cabeça, 'vestir' um sorriso novo e ir trabalhar, porque os jornais não se fecham sozinhos. Até lá tenho de adiar a minha vida, porque os pouco mais de 400 euros/mês não aguentam eternamente (especialmente, quando se teve seguro do carro e Páscoa no mesmo mês). Enfim... "não há mal que sempre dure".

3 estrelinhas:

Abobrinha disse...

Pois... o chantilli também engorda muito! E depois, ainda te habituavas e uma dieta à base de sapos não é muito equilibrada.

Tem calma, és nova e a coisa melhora. Ainda vais olhar para trás daqui a uns anos e sorrir com as tuas desventuras destes tempos.

sessaoexperimental disse...

Imagina apenas isto...as coisas só podem melhorar....

Djinn disse...

Pois minha amiga, há que ter esperança e um sorriso no rosto porque embora às vezes pareça uma eternidade não há mal que sempre dure :)

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger