14 de junho de 2008

Ingenuidade ou vontade de acreditar?

Quando caímos duas vezes na mesma história, com pessoas totalmente diferentes, é ingenuidade ou uma forte crença que "com ele pode dar certo... tem tudo para dar certo"?

Desconfio que devo andar com um panfleto colado nas costas a dizer "Desiludam-me, por favor, porque sou pateta o suficiente para acreditar". E acho que não mereço!

Às vezes, gostava de ser uma tremenda cabra!

19 estrelinhas:

O pensador disse...

Se fosses, não ias resolver nada.
Terias sempre um carneiro a tua frente e um bode atrás...

:-)

Manuel disse...

Epá.. cristina! Então como é? Com estes posts só mostra que dás importância à coisa.... esquece... vira a página. Fecham-se portas... abrem-se janelas!

beijo

sessaoexperimental disse...

gostava de ter as palavras certas para estes momentos...mas a verdade é que não há muito a dizer.....é assim a vida....é complicado encontrar alguém que nos complete e que seja complicado por nós...são muitas as vezes que batemos com a cabeça nas paredes....não há muito a fazer....gostamos de acreditar que é aquela a pessoa....e a maior parte das vezes...tauuu....mais um tiro ao lado...:)

O que fazer?....é continuar a tentar....um dia consegue-se...ser-se cabra ou cabrão...ahahah...oh se não se nasce assim....nem vale a pena tentar.....e sim...tu não mereces não Noivinha ;)

Bjocas....:D

Cristina disse...

Pensador, se fosse, não me desiludia, porque não criava expectativas. Poupava energias e recursos! E ainda lucrava com isso!

Manuel, e dou. Costumo dizer que sou estupidamente romântica. E no caso concreto, pedi encarecidamente para não ser magoada! Pedi para me deixar sossegadinha no meu canto!

Calvin, gostava de acreditar que não mereço, mas chego a ter dúvidas. E os últimos meses têm sido uma sucessão de tiros ao lado... desilusão atrás de desilusão!

Obrigada, queridos... beijoooosss

Blue_@ngel disse...

Sabes, admiro essa "ingenuidade" nas pessoas. Mostra que não desistem de algo. Eu tento ser ingénuo a esse ponto, mas por vezes as coisas são como são e, não há nada que possamos fazer para o mudar...

O mais que podemos fazer é tentar seguir em frente e virar a página da melhor maneira que soubermos.

Deixo-te um beijinho, num post diferente dos que costumo ler por aqui...

Speeder_76 disse...

Bom... eu compreendo, de uma certa maneira. Quanto à última frase, concordo com o pensador: só irias piorar as coisas, e quero acreditar na ideia do Manuel: por uma porta que se fecha, uma janela se abrirá.


Agora digo-te isto: remexer no passado ou experiências passadas não levam a nada. Muitas das vezes é ainda pior, e falo por experiência própria...


E quanto a perspectivas futuras: basta continuares a ter espírito aberto, e não matares o romântico que há em ti. Basta escondê-lo e mostrá-lo no momento certo. Que tal?

Cristina disse...

Blue_@ngel, há uma série de condicionantes e variantes que não me permitem virar esta página, por enquanto. Esta é ainda a minha parte ingénua a falar. Sou muito crente! Muito palerma! Muito... tudo!

Speeder, tens razão em certas partes. Mas como já disse ao Pensador, se eu fosse uma tremenda cabra, não criava expectativas e facilitava tanta coisa...! E hoje disse à minha melhor amiga e digo aqui também: não estou triste. Estou desapontada!

Beijoooossss

Blue_@ngel disse...

Pois... Pelo que li, esperavas mais... Não será esse um dos grandes defeitos do ser humano? Eu incluído, claro...
Eu também andei assim há algum tempo. Onde cada detalhe me dizia, que sim. Onde cada palavra me sussurrava coisas que não estavam lá...
Se me permites, deves tentar esclarecer as coisas... Para teu bem.

Beijocas.

Blue_@ngel disse...

Ah, e ainda bem que não és cabra, sim!!
O Mundo agradece.

Cristina disse...

Blue_@ngel, vou ter de esclarecer tudo; preciso da verdade. Isto de ser boazinha só me tem trazido chatices... as cabras safam-se melhor! Infelizmente!

Beijo

O pensador disse...

Cristina, ai é que estás redondamente enganada.
As "cabras" vendem melhor a imagem de se safar melhor, mas elas tem tanto ou menos sucesso do que tu!
E podes acreditar numa coisa:

- Por mais boazinha que sejas, serás sempre vista também tu como uma "Cabra" para 1 dezena ou centena de mulheres!
Percebes onde quero chegar?

Por isso, não digas que as cabras se safam melhor...

:-)

Cristina disse...

Pensador e num mundo de aparências como este em que vivemos... quem é que se safa: elas, com pose e "filha-da-putice" para dar e vender? Ou eu, demasiado boazinha, demasiado tonta, demasiado crente?

Daniela disse...

isso vira uma página... é tão fácil falarmos quando estamos de fora... mas força linda!! beijo

O pensador disse...

Diz-me Cristina, num mundo de aparências qual é o interesse de saber quem é que se safa?

Interessa é saber quem se safa no mundo real!

Podes acreditar naquilo que te vou dizer porque é um pensamento infálivel:

"Consegue-se enganar algumas pessoas durante algum tempo, mas ninguém é capaz de enganar toda a gente e muito menos toda a vida"

Cristina, a "filha-da-putice" só atrai putanheiros...

Bjs

NI disse...

Cristina, não sei se te vai servir de consolo mas aqui a tua amiga, a qual tem praticamente o dobro da tua idade, continua a ser uma ingénua em matéria de relações. Gosto de culpar o nosso signo por sermos assim, é mais fácil digerir...

A única vantagem que a idade me deu foi ganhar uma carcaça suficientemente forte para aguentar as desilusões. Por outras palavras aprendi a relativizar o que é, de facto, importante. Mas não quer dizer que não sofra.

Mas penso que é precisamente a nossa ingenuidade que nos permite continuar a "combater".

Continuamos a acreditar no ser humano. Continuamos a acreditar nas relações. Continuamos a acreditar que é possível ser feliz. E, sinceramente, apesar de todas as desilusões que tenho no meu palmarés, prefiro a minha ingenuidade ao cinismo.

Faço questão de continuar a acreditar no ser humano.

Beijos e força nas canelas (falar em canelas numa altura em que Portugal acaba de ser derrotado não é muito feliz, mas enfim...).

Cristina disse...

Dani, força é o que tenho tido! :)

Pensador, tens razão. Eu sei que tens razão, mas às vezes prefiro pensar que se fosse uma tremenda cabra, as coisas não me afectariam tanto. Enfim... coisas de miúda que ainda tem muito a aprender!

Ni, é isso mesmo. Continuamos a acreditar sempre com força. E por mais cabeçadas que dê, não aprendo a lição de andar com um pé atrás: confio sempre!

Beijoooosss

SinemaS disse...

Tou a ver que o mal é geral. Boa sorte desta vez.
bjs

Sadeek disse...

Opsss...já vi que a coisa esteve bera...

Ó amiga...não queiras ser cabra...deixa-te ser como és....é que uma cabra está destinada a acabar com um semelhante (o chamado cabrão....) e a minha amiga, mais tarde ou mais cedo, vai arranjar um tipo decente e que a mereça!

BEIJÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

SunGod disse...

menina menina... tss tss... deixava um comentário mas ia repetir-me e dizer quase o mesmo que já te disse em posts anteriores e não só...mas não...desta vez vou optar por ser um pouco, digamos, "seco" e deixo-te só um acrescento pessoal, uma private note se assim o quiseres...
Esperas demais! desiludes-te ou pensas que és desiludida por causa dessas mesmas espectativas as quais muitas vezes não dás a entender, podendo até em alguns casos ser um factor "castrante". Acho que consegue ser com esta simplicidade que consigo definir algumas coisas. E isso nota-se! disse-te uma vez que és mais transparente que aquilo que possas pensar, mas complicas! Feliz ou infelizmente entender tudo isso pode ser um exercício a que muitos não estão para se prestar... outros há que ao tentar encontrar uma ponta onde pegar e a partir daí unir os pontos acabam por se perder e, com isso, perder muito mais que o que estavam à espera...
Ao ser "cabra" como dizes tenho dois comentários: primeiro não conseguias, embora já tenha sentido na pele um pouco dessa vertente, segundo não te traria melhorias nenhumas, no geral!
Para finalizar, e sou o último que pode falar disso, seria por vezes melhor expor as coisas no momento e assim, mesmo desiludida, podias sempre pensar... "eu tentei, eu avisei..."

beijo grande

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger