4 de junho de 2008

I have a dream

Acabou (finalmente... thanks God!) a batalha entre Hillary Clinton e Barak Obama. O senador já conseguiu atingir a marca necessária dos delegados para ser nomeado. Estes últimos 4 meses têm sido um verdadeiro ping-pong "ora ganho eu, ora ganhas tu". Obama sempre foi o meu favorito. Apesar de Hillary ser mulher, sempre pendi para ele. Eu sei que em política são todos iguais, mas tal como em futebol, todos temos sempre um favorito. E eu engracei com o Obama. O que se pode fazer?

Gostava, muito sinceramente, que ele vencesse as presidenciais. Com todo o historial racista norte-americano, seria ouro sobre azul. E gostava ainda mais que Hillary fosse a vice. Um negro e uma mulher a dominarem o Mundo. Sweet...

Li há pouquíssimo tempo, algures, uma reportagem em que comparavam Obama a Robert Kennedy, a propósito do sistema de segurança montado (propositadamente) para o agora candidato presidencial. Dois homens diferentes, duas épocas diferentes... com ideias tão semelhantes. Como é isto possível? Terminou agora uma batalha, siga para a verdadeira guerra!

13 estrelinhas:

Catarina, disse...

Eu sinceramente não tenho andad muito atenta a isso.

Obrigado pelo teu comentário :) obrigada mesmo.

Beijihno
caT*

Cristina disse...

Cat, não tens nada que agradecer. Quando precisares, estou aqui! Beijo :)

sessaoexperimental disse...

Isto sim é serviço informativo :P

Passa-me ai por favor, a pagina de desporto noivinha ;)

Bjinho :D

Cristina disse...

Calvin, estou sempre um passo à frente ;)

Beijoooo

Blue_@ngel disse...

Realmente tem sido uma interminável treta daqui e "dacolá", mas parece que finalmente acabou. Depois de se ver a senhora a beber "shots", de Obama ter sido ligado a um prior no minímo "original", entre outras coisas. A não ser que os super delegados se lembrem de atribuir a nomeação à senhora, porque pelo que sei, apesar de ela ter menos delegados, tem mais votos em todo o país. Aí seria digno de registo e de uma tragédia grega. AHAHAH
Mas sinceramente... Dizem-se democratas... Que raio de processo eleitoral é aquele? Um bocado estranho...
Mas é só a minha opinião.

Sadeek disse...

Amiga...queres que te diga uma coisa....não quero saber nem de Obamas nem de Hillary´s nem de nada...

Acho o raio da política mesmo estupidamente maçadora... ;)

BEIJÃOOOOOOOOOOOOOOO

Cristina disse...

Blue_@ngel, e em Novembro temos mais: Obama vs McCain. Democratas ou Republicanos? Aquele país é uma embrulhada... se eu vivesse lá, vinha-me embora! Apesar de tudo... continuo a achar que o Obama tem perfil :)

Sadeek, é uma questão de gostos. Também não gosto nada de políticas e politiquices, mas as eleições norte-americanas despertam-me sempre a atenção. Quanto mais não seja porque o vencedor é sempre chamado de "o homem mais poderoso do Mundo".

Beijooossss

Speeder_76 disse...

Confesso que foi engraçado ver esta corrida presidencial, e a ver os disparates dos comentadores politicos americanos, à espera do "soundbyte" do dia. Isso tudo tem um nome: "corrida de cavalos".


Agora que esta corrida de cavalos acabou (aparentemente), vamos à verdadeira corrida. Que ganhe o melhor cava... ops! candidato.


E pessoalmente, torço pelo Obama.

Cristina disse...

Speeder, olha que não tinha visto esse prisma. E que ganhe o melhor... jockey! ;)

Beijooosss

Sadeek disse...

Pois....o espectáculo mediático que montam à volta daquilo tem destas coisas...inclusivé colocar nos ombros do "escolhido" esse epíteto...enfim...

BEIJOOOOOOOOOOO

Nuno disse...

Eu também estava mais do lado de Obama. A menos que o gajo seja um cínico de todo o tamanho, a verdade é que me pareceu ser mais íntegro do que a Hilary, que teve algumas atitudes... um bocado estúpidas, digamos assim. Mas acho que, tal como em Portugal, também nos EUA é a mesma coisa: mudam-se os políticos, mantêm-se as políticas.

Um beijo,
Nuno.

NI disse...

Vou gostar de ver um negro a governar o país com as políticas mais hipócritas do mundo.

Já começo a ver os republicanos mais radicais a convocar o ku kluz klan.

Por razões objectivas que me escuso de enunciar apoiava ambos pelo que, no fundo, era-me indiferente qual deles seria o candidato democrata.

SunGod disse...

eleições primárias americanas... realmente a coisa bem vista é mais ou menos como um espectáculo de wrestling sem porrada (pelo menos visível :P) e porquê?

1- Ambos os candidatos são do mesmo partido e, se julgavam santana lopes e manuela ferreira leite maus um para o outro basta ver os casos de todas as eleições americanas (presidenciais e outras) para saber que quem ganha é invariavelmente aquele que mais mal consegue falar do outro para assim convencer o povinho. (parte da porrada dissimulada :P)

2- Diálogos e discursos mais que pré fabricados e ditos em tons de voz que variam entre o gozão e o hipócrita com traços de superioridade à mistura (relembra os monólogos estupido/cómicos do wrestling) que só mesmo um americano para acreditar.

3- Comícios políticos que mais parecem um concerto de uma qualquer pop star (americana claro está) com bandeirinhas, confettis, e tudo e tudo e tudo (a lembrar os cartazes de wrestling lol)

por tudo isto é visível que a política norte-americana não tem interesse sob ponto de vista social mas sim do ponto de vista do entertenimento e do show-off... o facto lixado é que todo o mundo acaba por sofrer as consequências se o teatro é mal feito (lembra-me agora do Bush :/)... mas a cada 4 anos, pimba lá está o espectáculo outra vez...

Sinceramente não dá pra compreender a política americana e tb não é algo que me chame mto a atenção... mas sempre dá pra dar algum valor aos nossos políticos, se é que têm algum!

Cristina... e tu que não pendesses mais para o lado do senhor... é claro que o tom de pele nada tem a ver lolol

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger