22 de janeiro de 2009

Pêpê e Mêmê

A memória é uma coisa engraçada. Hoje, em conversa com a SmS, abordámos os nomes carinhosos que as nossas famílias insistiam em dar-nos.

Desde que nasci e até aos 4 anos, vivi em S. Martinho do Porto e, apesar de não ter lá família directa, os patrões da minha mãe (e donos da casa onde vivíamos) eram os meus avós do coração. Eram o Pêpê e a Mêmê - ambos já faleceram há alguns anos. Lá eu era tratada, por toda a gente, como Titina... ainda hoje, quando lá vou, as pessoas que me viram nascer me tratam por esse 'petit nom'.

Depois... a família do lado da minha mãe, trata-me por Kiki. Também acho fofinho, mas só dito por eles.

E a conversa fez-me lembrar do meu Pêpê e da minha Mêmê. Tinha uma paixão louca por eles. A Mêmê morreu primeiro. Uma história muito muito triste. Quando ela faleceu, ele estava acamado há bastante tempo e julgo que nunca se apercebeu que estava viúvo.

Na última vez que o vi, estávamos cerca de seis pessoas no quarto. Ele pareceu alheio a toda a gente, excepto quando me viu. Começou a chorar. Silenciosamente, Apertou-me a mão e puxou-a ao peito. Dei-lhe o maior beijo deste mundo. E fiquei ali, muito tempo com ele.

Morreu alguns meses mais tarde. O meu avô do coração.

9 estrelinhas:

sessaoexperimental disse...

KiKi? tão fffffffooooooooooffffffffoooooooo!!! ahahahah...ou não... ;)

bjinho :p

Metade de Meio Litro disse...

E Tininha? Pois, está muito próximo de Titina...

Maryposa disse...

tenho uma'vó quina' e uma 'titi guida' :) :D
ao meu mano, chamei-lhe txitxinatxinha quando ele nasceu. eu tinha 3 anos e até hoje n sei cm isso m surgiu...

Sadeek disse...

Titina?!?! Kiki?! Medooooo....AHHAHA

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOO

NI disse...

Desde pequena que familiares e amigos me tratam por Nani (imposto por um tio meu que não achava piada ao meu nome verdadeiro). Mais tarde a minha cara-metade passou a chamar-me de Ni (excepto quando está aborrecido comigo pois aí chama-me pelo meu nome).

:-)
Bjs

SmS disse...

MAs olha na minha infância tb existiu um kiki...mas eu digo-te o que era lá no outro canto

ehehe

C'est le kiki de tous les kiki...ahahaha

Ana disse...

A mim tratam me por "ducha" (um de muitos!), e os meus piquenos sao o guga e a nena ou pistachio e puka adoroooooooo!!!

Pedro Ferreira disse...

Eu ainda hoje sou o pêpê, ás vezes pepas. E ainda há os diminutivos desses nomes. Gosto muito. Portugal melhorava bastante com 6 mesinhos de ditadura também.

M disse...

Ui... Diminutivos... Naaaaaa, vou passar este post.... :P

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger