5 de abril de 2009

Num estranho, um amigo

Título estranho.

Entrei no expresso a chorar. Entre uma fungadela e outra, ouvi o motorista perguntar-me se era de Leiria. Respondi que sim, enquanto limpava uma lágrima. "Só podia. Só naquela cidade nascem flores assim". Arrancou-me um sorriso.

Sentei-me e tentei não olhar pela janela, para não o ver a afastar-se do terminal. Procurei um lenço e preparei-me para a viagem. Uma música do mp3 voltou a arrancar-me umas quantas lágrimas. 

Não estava triste. Só com saudades.

Chegada a Leiria, alguém me passa um bilhete para as mãos. Numa letra redondinha, li: Achei que não estavas bem. Não chores. Fica bem e tenta sorrir! Nada vale a nossa tristeza... as nossas lágrimas! Desculpa... e um beijo!

No final da assinatura, estava um número de telemóvel. Não reparei na cara da pessoa que me deu o bilhete. Apenas vi que era uma rapariga de unhas pintadas de vermelho. Desapareceu assim que se abriram as portas do expresso.

Enviei-lhe uma mensagem e ficámos de ir beber café na cidade, um dia destes. 

Título estranho. Situação estranha. Tudo estranho... 

7 estrelinhas:

Abobrinha disse...

Sorte tua: já me desfiz em lágrimas em transportes públicos várias vezes e só consegui indiferença... daí que tente evitar chorar.

Um dia destes na situação mais parva do mundo disseram-me que as mulheres ficavam mais bonitas a chorar. Estranho, muito estranho. Sobretudo dada a situação. Mas chorei porque na hora fazia sentido. Mais tarde, a frio, decidi que não valia a pena e que a coisa se compunha. Porque vai compor.

SmS disse...

Olha a única vez q me desfiz em lágrimas...bati à porta de 1 estranha que hoje é a mha melhor amiga

:)

Dreamer disse...

Sim...estranho, inédito, diferente... mas agradável não?? Saber que há um ser humano que mesmo sem nos conhecer nos tenta fazer sorrir. Ainda há seres humanos!!

Sadeek disse...

Há coisas assim... twilight zone...digo eu... ;)

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Miguel F. Carvalho disse...

parece a cena de um qualquer filme europeu...

Pipoca disse...

Estranho mas bom, afinal alguém reparou que não estavas bem, alguém estranho e que não ficou indiferente. NOs dias que correm não é comum as pessoas teres atitudes boas com estranhos.
Eu tb sou de Leiria!
Não conhecia o blogue, gostei muito e vou voltar
Um beijinho,
Pipoca

Tulipa disse...

Achei graça ao ler este post...
Recordou-me quando há uns anos estava no pára-arranca em plena calçada do carriche em hora de ponta. Também a chorar, bastante triste, meia alienada. Por qualquer motivo, fixei o olhar no carro da frente. O condutor, que levava o braço fora da janela, começou a desenhar um sorriso no seu espelho retrovisor... nem queria acreditar que fosse comigo (que vergonha) mas era. Olhei com mais atenção e vi-o sorrir. Abanava a cabeça fazendo sinal para não chorar. Seguiu km em autoestrada sempre à minha frente, repetindo o gesto pelo retrovisor. Acabou por me deixar bem disposta. Na altura achei estranho, mas querido. Actualmente acho hilariante. Há mesmo pessoas assim. Fez-te sentir bem, certo? Quem sabe um dia não restribuimos o gesto a alguém que também precise...
Parabéns pelo blogue! ;)

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger