19 de janeiro de 2011

Luciana Abreu + Yannick Djaló

"Ó Lyonceeeeeeeeeeeee Viiktóriaaaaaaaaaaaaa!!!" - não estou louca (mas falta pouco, garanto). Estou só a colocar-me na pele da Floribella, a chamar a filha.

Pensava eu - na minha inocência quase infantil - que a bimbalhice tinha limites, mas aparentemente não tem. É ridículo pensar no quão má é a formação dos dois progenitores, para, num rasgo de momento, sequer pensarem em dar este nome à criança.

Pergunto-me:

- este nome alguma vez será permitido no Registo?;

- os pais não gostam da criança? Sim, porque a desgraçada vai ser A vítima de bullying das próximas décadas;

- não há ninguém que dê um par de estalos a esta gente?

- quando é que vai ser criado um teste / exame nacional / prova de aferição que dê autorização a certas pessoas para se habilitarem a ser pais?

5 estrelinhas:

Miguel F. Carvalho disse...

a criança de certeza que vai ser registada primeiro na terra dos pais: a Guiné-Bissau e a Bimbolândia...

um teste para as pessoas se habilitarem a ser pais??!! Acho que isso já existe!! É o teste de gravidez !!! E, pelos vistos, é o único em que os 2 conseguem tirar uma positiva !!!

Speeder_76 disse...

É... vou suspeitar que a miuda, quando chegar aos dezoito anos, vai mudar de nome. Eis uma coisa boa: vai ser sempre o centro das atenções, pois todos saberemos quem ela é.

Sadeek disse...

Não começaram bem, de fato... :S

BEIJOOOOOOOOOOOOOO

Ivânia Santos (Diamond) disse...

Baah... esta menina já é o centro das atenções ainda sem saber o que é a vida! :/

Que infelicidade de nomE!

nice blog :)
xoxo*

Anónimo disse...

Tadinha da menina!Será que vai sair bimba como os pais?Só pode porque a viver com os bimbolândicos todos daquela casa não tem hipótese.

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger