23 de maio de 2008

Sabem em que momento é que sabemos que a nossa vida bateu no fundo?

Ele é lindo. Cabelo encaracolado. Olhos claros. Com um sorriso enorme. A chuva caía. E ele ainda estava mais bonito...

MAS

Deve ter à volta de 3 anos, um metro de altura e só me deu um beijo quando teve a certeza que lhe dava um rebuçado. Se tenho de "comprar" beijos, é porque estou, irremediavelmente, desgraçada!

31 estrelinhas:

naseinada disse...

Tou a ver que tenho de te explicar uma coisitas :P pelo menos explicar as verdades do meu mundo, sim porque cada um tem o seu.

Ora bem vamos la introduzir a "Vida" a vida é a nossa melhor amiga, e como os nossos melhores amigos, não nos dá o que queremos dá-nos o que precisamos para aprendermos o que temos a aprender, e quando somos teimosos e não ligamos a nada que nos dizem, mais tarde vão la estar para dizer: "Eu avisei-te". Mas a Vida é diferente, não fala como nós, não diz palavras mas apresenta-nos o que estamos a precisar e acredita que normalmente quando ficamos tristes e pensamos "Que mal fiz eu para merecer esta vida" estamos completamente tapadinhos pelos nossos desejos cegos, pois se tivermos atentos vamos reparar que temos tudo aquilo que precisamos para ser felizes, mas como sempre nunca estamos contentes queremos sempre mais... Por isso termino para não me alongar muito dizendo:

Para, olha a tua volta, sente o que tens, sente com o coração e sente o quanto és amada, o quanto amas, e recebe tudo o que te estão a querer dar e que não te deixas ver.

Um Optimo fim de semana para ti! :)
Beijinhos

Cristina disse...

Naseinada, concordo com tudo o que disseste. A sério. Mas eu estava a brincar... estou só a precisar de dormir mais um bocadito, mas as coisas estão fixes. Palavra de honra! Apenas usei este título para introduzir o meu momento de corrupção: um beijo em troca de um rebuçado :)

Beijooooossss

naseinada disse...

Hum... então tambem és do meu clube :) Sabia mesmo bem mais uma horitas de sono, mas agora so la pras 24h00 é non stop all day and nigth long :)

Se dizes eu acredito que estejas bem, mas o que eu escrevo digo, muitas vezes não é para o hoje... mais tarde vais perceber :)

Um momento de inspiração hoje... Um revolução amanha :P lol

Cristina disse...

Naseinada, vai ser mais um dia de cão, mas 'tá-se bem :)

Percebo onde queres chegar. Mas há alturas em que não conseguimos evitar a auto-comiseração.

Um beijooo

naseinada disse...

comiserar

v. tr.,
inspirar compaixão a;
causar pena, dó a;
v. refl.,
ter pena ou compaixão.
___________________________________
Onde esta a parte positiva disso? desconheço a existência dessas palavras... Por isso é que tive de ir ver o significado :P

Beijinhos

Cristina disse...

Naseinada, sorry... :S

O que quis dizer foi: concordo contigo. Temos de ter força para acordar para a vida e apreciar o que tem de bom. Mas há alturas em que simplesmente não o conseguimos. Falo por mim... há dias em que me sinto completamente miserável: choro, não como, sou a pior pessoa do mundo. É preciso sentirmo-nos assim para depois, quando tudo passa, vermos que há mais luz na rua.

Kiss

Blue_@ngel disse...

Ia-te só chamar "Pinto da Costa dos rebuçados!!!", mas depois de ver os comentários, não posso deixar de concordar contigo quando dizes que, por vezes temos que bater no fundo, mandar as coisas cá para fora, ou até mesmo, como dizes, sentirmo-nos a pior pessoa do mundo para depois acordarmos e dar valor às simples coisas que nos aparecem no dia a dia. Eu, pessoalmente, sou muito de humores. O que vale é que quando estou bem disposto, acho que se nota bem e acho que consigo contagiar quem me rodeia. Acho... Se é ou não, não sei. EHEH
Mas devias mesmo pôr no teu nick, Cristina aka "Pinto da Costa dos rebuçados"!!!
Modéstia à parte, gostei desta minha expressão. LOL
Beijocas.

Cristina disse...

Blue_@ngel, é essa a ideia :)

Sim, sou uma corrupta e não me orgulho. Mas o puto é giríssimo! :)

Beijoooosss

Blue_@ngel disse...

A maioria são todos. :)
Vejo pelo meu sobrinho, que tem um ano e 8 meses, e aqui há 6 meses, sempre que me via, chorava desalmadamente. Hoje em dia, vê-me, e vem a correr e abraça-me. Chamem-me coração de manteiga ou seja lá o que for, mas derreto-me completamente. Claro que depois do abraço, larga-me logo e se o quero agarrar mais, foge, mas aquele momento já é meu. Ninguém mo tira. :)
É, sei lá... Mais ou menos mágico.

Cristina disse...

Blue_@ngel, é isso mesmo. A minha única consolação (e forte argumento para não pensar em ter criancinhas) é pensar que depois crescem e tornam-se putos respondões que só apetece espancar. :D

naseinada disse...

Que concordas comigo eu sei, para o teu bem, porque se não concordasses eu tratava de fazer concordar... sou muito... como se diz... violen... persuasivo é isso sou muito persuasivo lol

Mas eu compreendo-te também tenho desses momentos, o ultimo não foi a muito tempo durou uma eternidade aquele minuto e meio... depois passou :D bati o meu recorde os anteriores demoravam 55 segundos ando a desaprender... lol é falta de meditação e reiki :D ando a falhar nos treinos.

Beijinhos

Blue_@ngel disse...

Desculpa que te diga, mas esse argumento... Tem muitas falhas... E sinceramente, que não te conheço, cheira-me que ao dizeres isso, é totalmente o contrário. Mas isso sou só eu que não sei nada. :P

Cristina disse...

Naseinada... hahahaha. Pois, sim... deves ser, deves!! :)

Blue_@ngel, 'tou tramada. E eu a pensar que era um argumento fortíssimo! A verdade é que sinto mesmo o estúpido do relógio biológico. Mas, também sou racional ao ponto de não me levar por ideias parvas. Mal tenho condições para me aguentar sozinha, quanto mais com uma criança. E depois, vem um outro pormenor: não tenho pai para dar à criança! :)

Beijoooossss

Miguel F. Carvalho disse...

mas ele tinha só 3 anos Crstina!! ainda há esperança!! ainda há esperañça!! lol

Blue_@ngel disse...

Pois, então pensas como eu. Sem condições não!
Afinal já começo a entender qualquer coisa nas entrelinhas... É a sabedoria da idade. EHEH
Sem pai para a criança... Há sempre outros métodos. Embora não sejam tão realizadores. :)

Cristina disse...

Miguel, sim há esperança. E ainda por cima, a mãe da criança e eu demo-nos bem! :)

Blue_@ngel, és imensamente mais velho do que eu! Três anos de diferença entre nós dão-te uma sabedoria milenar! :)

Beijoooossss

Sadeek disse...

Tás com sorte...minha menina...que o "Caso Casa Pia" começa a ser "abafado" (e nunca esta palavra foi tão barbaramente utilizada)...caso contrário...ainda vinhas parar a Caxias!!!

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS

Blue_@ngel disse...

Olha que é um assunto sobre o qual por vezes penso. Nestas idades, 3 anos não são quase nada, mas por exemplo, quando eu tinha 16 e tu 13 era muito. Se calhar não vês as coisas assim, mas na escola secundária, sentia muito isso.
Mas sim, 3 anos são 1095 ou 1096 dias, dependendo se apanha ano bissexto ou não, por isso, sim. Sabedoria milenar, nem que seja em dias!!!
Já eu via o Dartacão, o Tom Sawyer, "Les merveilleuses citées d´or", o Heman, os Thundercats, etc e tal, e tu andavas ainda a comer papinha milupa. LOL
Não ligues, isto é do sono e do cansaço. :)
Beijocas.

Cristina disse...

Sadeek, olha que "abafado" ficou lindamente. Dou graças a Deus da minha mãe não ler este blogue!! :)

Blue_@ngel, com 14/15 anos namorisquei com um rapaz de 18 anos, durante 2 meses. Foi o ponto alto da minha adolescência. As coisas começam a "equilibrar" quando o elemento mais novo passa a barreira dos 18 anos. Pelo menos, eu acho. E eu vi o Dartacão, e o Tom Saywer, e o Thundercats (apesar de já não me lembrar bem!)...

Sadeek disse...

É melhor é...senão ainda lhe crescia outra vez o apêndice...HAHAHA

BEIJÃOOOOOOO E BOM FIM DE SEMANA!!

Charmoso disse...

Por favor, diz-me que ainda tens um rebuçado para mim, diz-me.... buááábuááá´buááá´looool

;-)

claudia disse...

Olha que isso acontece a todas nós, mas felizmente "comprar" beijinhos ao miúdos de 3 anos é uma constante!!

SunGod disse...

ai é preciso bater no fundo para depois ver que há mais luz na rua??
boa... eu a pensar que era tudo escuro, afinal era só um eclipse!!! estou bem mais descansado então... ou não!

naoseinada... desculpa, sou um individuo positivo por natureza, auto-flagelante por vocação e alegre por...sei lá, circunstâncias da vida... mas não pude de deixar de discordar, embora não totalmente, com o teu comentário!
a vida é madrasta... e daquelas da história da branca de neve que trazem uma maçã para comermos... e não há finais felizes com beijos e tudo o mais...no máximo encontramos uma cabanita no meio de uma floresta onde passamos a viver mais contentes... mas no final de contas lá vem a velha pra nos azucrinar (esta palavra existe? :P)... o que quero dizer com isto? que a cabanita pode-se entender como o grupo de verdadeiros amigos, alguns familiares e um ou outro amor mais ou menos forte que nos ajudam a viver na "ilusão" eterna de que a vida é bela e que nós é que damos cabo dela...

Sinceramente? Acho que a vida tal como a classificas é um bocado utópica, para além de minimalista, mas cada um com a sua maneira de ver as coisas :D... o que dizes com parar e olhar à volta foi já experimentado, pelo menos por mim, por diversas vezes, e em 90% dessas vezes cheguei à mesma conclusão... se não for eu a gostar de mim, bem posso morrer sentado à espera que alguém goste... porque, também, em 90% dessas vezes observei que à nossa volta são pouquíssimos aqueles que fazem algo para melhorar a vida, seja a nossa, seja a geral!

conclusão: a vida é meramente um somatório de acontecimentos. A partir do momento em que adiciones a variável "humano" tá tudo estragado!
mas como dizes... cada qual tem o seu mundo :D

Cristina disse...

Sadeek e não convém nada, caraças!! No meio desta história toda de operação, quem se lixou fui eu! :)

Charmoso, o que tu queres, sei eu! :)

Cláudia, e nós não nos importamos de os corromper, pois não? :)

Sungod, também tens razão. Felizmente não há uma receita fixa que cada pessoa tem de seguir cegamente. Os nossos modos de vida e de a viver dependem de 100.000 coisas.

Beijooosssssss e bom fim-de-semana a todos

Ele há horas assim... disse...

Vás...guarda lá um rebuçadinho para mim e prometo que também tens um beijinho meu...! :P

Estou de volta, Tininha. E confesso que também eu tinha saudades...:)

Beijo grande

Cristina disse...

Horinhaaaassss, que saudades, meu querido! Há quanto tempo... também fazes chantagem emocional comigo; também vais chorar se não der rebuçado?! :)

Beijooooo e não voltes a desaparecer assim

Nuno disse...

Eu vendo-me barato (isto soa muito pornográfico, mas juro que não tem nada a ver): Por 1 rebuçado, eu dou-te 2 beijinhos! Hein? Que tal? :D

Cristina disse...

Nuno, temos negócio feito! :)

Ele há horas assim... disse...

Não...e levas o beijinho na mesma!
:)

Cristina disse...

Horas, boaaaaa :)

madeiinheaven disse...

com o tempo passa!!

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger