19 de agosto de 2008

Tintim, vai à porra, 'tá?

Se não fosse o sacana do Hergè ter-me convencido que a vida de jornalista era altamente emocionante e cheia de aventuras - inclusive, na lua - a esta hora, eu era uma funcionária pública feliz. Isso, ou uma maníaca potencialmente perigosa.

22 estrelinhas:

Requiem disse...

Se calhar eras...mas não tinhas essa poupinha tão engraçada!!! EH EH EH EH EH

Cristina disse...

Ou o cão... o Milou é que era poderosíssimo! Mais esperto que o resto as personagens todas juntas! :D

Bombocaa disse...

E quem te disse q os funcionários publicos sao felizes..enganou-te
:P

Cristina disse...

Também aposto na maníaca potencialmente perigosa... hahahaha

O pensador disse...

Uma funcionária pública feliz??
Nunca ouvi falar!

Mas se quiseres algum dia ser uma maníaca potencialmente perigosa posso sempre te dar algumas dicas...

:-))

NI disse...

Cristina, funcionário público feliz?

Oh minha querida, onde isso vai...

Tens mais hipóteses como maníaca potencialmente perigosa, ahahahahah


Bjs

Nuno disse...

Bem... Se queres emoção, sempres podes enveredar pela vertente jornalística de "repórter de guerra".

mtheman disse...

pá, eu sou funcionário público e de vez em quando tou feliz... basta não estar no serviço...

Francisco disse...

mtheman, tou contigo! Lembro-me vagamente de ter sido feliz e foi certamente depois do "expediente" e/ou especialmente após as 17:30h de sexta-feira. Já fui feliz à quinta-feira, mas isso é outra estória... D´après Hergé!

Sadeek disse...

Realmente...Cristina...seguir a profissão dum repórter com ar de bichona que anda com o seu "lambe c..." para todo o lado e que tem como grande amigo o Capitão Iglo (que, como toda a gente sabe, é pedófilo)...não lembrou ao diabo...HAHAHAHA

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOO

Cristina disse...

Pensador, homem de pouca fé... crê!! Dicas?? Queres dizer-me alguma coisa que não sei? :D

Ni, hahaha... também creio! :D

Nuno, e sujeitar-me a um balázio na testa?! I don't think so... :)

Mtheman, às sextas à tarde, ao fim-de-semana, nas férias e feriados... acertei?!

Francisco, a felicidade aparece sem hora marcada :)

Sadeek, estás a ver a minha vida? :)

Beijooooossss

Sadeek disse...

Tou a ver tou...mas neste caso a culpa foi tua...que raio de modelo foste tu escolher... ehehe

sessaoexperimental disse...

hummm...um gajo esquisito....ou um jornalista de popa?...ahahah.....sim que tds os funcionarios publicos são esquisitos :P...que andas-te a fumar babe? :P

bjinho ;)

mik@ disse...

olha eu acho que ninguém me influênciou pra esta profissão. mas acabei por ca vir parar nem sei como loool
raios... assim não tenho ninguém a quem culpar pela influência!!!!
bjos

mik@ disse...

sadeek nao sejas assim ke eu tb dou ares de jornalista.. além daquele vertente secreta ke tu me conheces ahahahah xiuuuu...
bjos

Maria Manuela disse...

Ser-se jornalista neste país não é fácil não...claro que depois tens sempre ou aqueles que começam demasiado cedo a formar-se para isso e têm contactos na família (como é o caso do pedro pinto que foi meu colega de faculdade e já na altura fazia cursos no Cenjor) ou tens ainda o facto subida na horizontal como aconteceu a uma outra colega nossa....

Esta é uma profissão que requer muito trabalho muita dedicação. Um pouco de sorte e alguns contactos também ajudam muito...

:)

bj

Cristina disse...

Sadeek, por acaso lembras-te de mais algum desenho animado que seja jornalista? :)

Calvin, nadinha, babe. Deu-me para isto; o que é que queres?! :D

Mik@, o meu subconsciente durante a minha infância já me estava a empurrar para o jornalismo, sem que me apercebesse. Nasci para isto. Vertente secreta?? Ahhhh... mas eu também quero saber! :)

Maria Manuela, obrigada pela visita. Tens razão: a vida de jornalista é tudo menos fácil. Ainda hoje tive uma conversa semelhante. Uns têm contactos, outros sobem passando pela cama de uns e outros, mas depois há os outros que têm uma estrelinha e que, com muita ou pouca dificuldade, lá se vão aguentando. No jornalismo regional, não se verifica tanto as 2 primeiras situações... thanks God! :)

Beijoooooosssss

Miguel F. Carvalho disse...

se calhar falta-te o cão... lol

Cristina disse...

Miguel, tenho dois. Só que não são brancos, nem têm 'pedigree'... são da mais pura rafeirice! :)

Beijo

Maryposa disse...

posso ser maníaca potencialmente perigosa contigo??? é que, e ao contrário do crime, o jornalismo não compensa lol

Charmoso disse...

O que te falta a ti é a Milou . . . ias ver que serias muito mais feliz!

ohwir disse...

Não sei se já reparaste, mas tirando a aventura do Tintim na terra dos sovietes,... ele nunca, nunca, mas mesmo nunca escreve um artigo para o Le Petit Jornal.

A ideia não era ser jornalista, mas dizer que se é e ter um bom amigo Haddock rico para dar umas passeatas.

Por isso acho que mesmo assim vais no bom caminho, só precisas é de conhecer o Haddock ;)

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger