31 de março de 2008

Como amar?

ELA tem aquele jeitinho de sorrir que te deixa imobilizado, o beijo dela é mais viciante do que LSD, adoras discutir com ela e ela adora implicar contigo.

ELE diz que vai e não liga. Veste o primeiro trapo que aparece no armário. Não tem a menor vocação para príncipe encantado, mas mesmo assim não consegues despachá-lo. Quando a mão dele toca na tua nuca, derretes como manteiga.

Porque é que se amam afinal?

Amam-se, justamente, pelo que o amor tem de indefinível.

Ama-se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca.

Ama-se pelo tom de voz, pela maneira como os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera.

Recebido por e-mail ¨ Adaptado e editado a partir de um poema de Arnaldo Jabor (OBRIGADA, Ni)

18 estrelinhas:

NI disse...

Cristina, esse poema é de Arnaldo Jabor.

"Ama- se pelo cheiro, pelo mistério, pela paz que o outro lhe dá, ou pelo tormento que provoca. Ama-se pelo tom de voz, pela maneira que os olhos piscam, pela fragilidade que se revela quando menos se espera."


Beijos

Cristina disse...

Obrigada Ni... não conhecia de todo! Já está feita a devida correcção :)

Beijinho

Luis disse...

Ela está a ficar apaixonada :))))

Cristina disse...

Luís... heheh... deu-me para isto hoje! Nada de grave! Recebi o mail, achei fofinho e postei...

Catarina, disse...

Hihi o amor é dificil de explicar mas é bom =) *

Sadeek disse...

Definitivamente....chegou a primavera.... ;)

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS

Nuno disse...

A chegada da Primavera, os passarinhos a fazerem ninhos, o pó dos pinheiros que anda no ar (o pólen das flores ainda não, porque ainda é cedo)... fazem destas coisas! É, definitivamente, é amor que anda no ar. E não digo isto por ser 1 de Abril. É que isto é mesmo verdade! :)

Beijitos,
Nuno.

CC disse...

Amar é sempre de um jeito especial. Embora, muitas vezes, não seja nada de especial.

Grande abraço.

O pensador disse...

É uma perda de tempo tentar comprender, tudo o que precisamos mesmo é de sentir!

Cristina disse...

Catarina... é muito bom, muito inexplicável, muito muito... :)

Sadeek... com o tempo inconstante, nem dá para perceber se já chegou ou não ;)

Nuno... pó dos pinheiros é o que anda mais por esta área... e diz-te quem anda em limpezas há 2 dias :D

CC... sempre de um jeito especial. Bem-vindo! :)

Pensador... mas é giro tentar encontrar explicações. Quer dizer... falo por mim! :)

Beijoooooossss para todos :)

SunGod disse...

esta é boa... então mas tu queres encontrar explicações para os sentimentos??? jerusa!!!

e eu a pensar que era assim uma espécie de perseguidor de causas perdidas :P

Anónimo disse...

e pra quando um post sobre a febre dos fenos, haim? :P:P

Nuno disse...

Cristina eu sei bem o que isso é. Não sei se conheces a Lousã, mas a verdade é que isto é o degredo sempre que começa a Primavera. Eu tenho o privilégio de, da minha casa, ter vista para a Serra da Lousã. Há dias, estava eu a almoçar e a olhar para a serra e deparei-me com uma cena que nunca tinha visto: núvens de pó a sair dos pinheiros!!! É verídico e eu não estou a mentir (o dia das mentiras foi ontem).

Beijitos,
Nuno.

Cristina disse...

Sungod... é a minha vocação para a demanda do Santo Graal ;)

Anónimo... também se arranja. É uma das minhas peças para o jornal... :)

Nuno... a minha varanda está sempre cheia de pó :S

Beijoooossss

Nuno disse...

Agarradaaaaaaaa!

LOL

Beijitos,
Nuno.

Cristina disse...

Txiiiii... realmente, a minha resposta... LOL

Bem visto, Nuno... bem visto!! HAHAHA

Manuel disse...

Andas apaixonada lalalalalalalala

Cristina disse...

Ai Manuel, Manuel... nem sei que te diga! :)

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger