5 de janeiro de 2010

Foi há 10 anos

Nunca esta data me pareceu tão próxima como agora. Há 10 anos, pensei que ia esgotar todas as lágrimas que este meu corpo pudesse produzir. Há 10 anos, tive aquele que foi um dos dias mais filhos da puta que alguma vez passei na minha vida. Há 10 anos, acordei, levantei-me, preparei-me para a escola, saí de casa, esperei pelos meus primos. Eles chegaram. Avançámos alguns metros e um carro parou bem perto de mim. A Sara chorava. A Vânia tinha morrido nessa noite.

A Vânia era a minha melhor amiga. A Vânia faria 17 anos daí a quatro dias. A Vânia morreu de qualquer coisa que sempre recusei querer saber o que era.

Andei muito tempo a carregar a tristeza de ter perdido a minha melhor amiga aos 16 anos. Ainda hoje não falo nisso. Ainda hoje, quando recordo a minha Vanusca, choro. Choro muito.

Desculpem. Vou ali para um cantinho até à próxima semana.

4 estrelinhas:

NI disse...

Beijo enorme.

JAMES FERNANDES disse...

Aconteceu-me o mesmo, só que há mais tempo e o amigo, que era meu biógrafo como ele mesmo dizia. Compreendo essa tua dor e não te ofereço solidariedade, mas o calor de quem conhece a dor e o amor. Talvez meu Abi esteja para mim como Vânia está para ti. Abraço que te aqueça nesse inverno de uma semana que passarás, enquanto aguardamos a volta da tua felicidade.

Otto Pluma disse...

Há cerca de 11 anos morreu o Carlos, no dia do meu aniversário. Melhor amigo, também.

Embora a saudade permaneça, life goes on... Tudo o resto passa por aceitar que podemos ter perdido um amigo mas ganhamos uma anjo da guarda.

Abraço.

Miguel disse...

Há coisas que nunca deviam acontecer...

 

(c)2009 Estrelices. Based in Wordpress by wpthemesfree Created by Templates for Blogger